MINISTÉRIO FAMÍLIA - CEI ARARUAMA

Resgatando o valor da Família... Sejam bemvindos!

Crescendo com os filhos...

http://www.newcanaanumc.com/curso_educando_filhos.html

Em poucas palavras daremos uma série de tarefas que contribuem para o desenvolvimento em vários níveis de idade...

na primeira infância a criança:
1. aprende a andar
2. Aprende a comer alimentos sólidos
3.Aprende a falar
4. Aprende a controlar a eliminação dps resíduos corporais
5. Aprende as diferanças sexuais e o recato sexual
6. A conquista da estabilidade fisiológica
7. A formação de conceitos simples sobre a realidade social e física
8.Aprende a se relacionar emocionalmente com os pais e outras pessoas.
9.Aprende a distinguir o certo do errado e desenvolver o senso moral.

na segunda infência (6 a 12 anos):
1.Aprende habilidades físicas necessárias aos jogos mais comuns
2.A formação de atitudes saudáveis para consigo mesmo como um organismo em crescimento.
3.Aprende a conviver com outros da mesma idade
4.Aprende a comportar-se como meninos ou meninas
5.Desenvolve habilidades essenciais em leitura, escrita e cálculo
6. Desenvolve conceitos necessários ao viver diário
7. Desenvolve a consciência, a moral e uma escala de valores.

Adolescência (12 aos 18 anos):
1. Aceita o próprio corpo e suas funções: masculinas ou femininas
2. Desenvolvem novos relacionamento com outros da mesma idade de ambos os sexos
3. Torna-se emocionalmente independente dos pais e de outros adultos
4. Conquista a independência econômica
5. Realiza seleção e preparo para o trabalho
6. Desenvolve conceitos e habilidades intelectuais necessários ao cumprimento do dever social e cívico
7. Deseja e alcança comportamento social e responsável
8. Se prepara para o casamento e a vida em família

Maioridade (18 aos 30 anos)
1. Seleciona um (a) companheiro (a)
2. Aprende a viver com um cônjuge
3. Inicia a formação familiar
4. Cria filhos
5. Dirige o lar
6. Assume responsabilidades cívicas
7. Descobre um grupo social do seu tipo.
8. Estabelece e mantem um padrão econômico de vida
9. Ajuda os filhos adolescentes a se tornarem adultos responsáveis e felizes
10. Volta a função de casal quando o ninho fica vazio
11. Ajusta-se às mudanças fisiológicas da idade madura
12. Ajusta-se aos pais envelhecidos

Maturidade Posterior
1.Ajusta-se ao declínio da força física e da saúde
2. Ajusta-se à aposentadoria e à renda reduzida
3. Ajusta-se à morte do cônjuge
4. Procura um grupo ativo da mesma idade
5. Toma providências para uma vida satisfatória

DESAFIO: Incluímos as fases do casamento e uma lista de tarefas que contribuem para o desenvolvimento, a fim de dar a você uma vista panorâmica na missão dos pais. É uma tarefa em constante mudança!
Seu filho não é o único que está crescendo. Você cresce também com ele.
Tudo isto bem compreendido, nos ajuda a viver com mais paciência e compreensão da vida e, assim, aceitar o seu ciclo natural da vida, diminuindo os conflitos internos e externos, trazendo mais harmonia em nosso lar!

O autor de Eclesiastes diz assim:'Tudo tem seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu: Há tempo de nscer, e tempo de morrer; tempo de plantar, e tempo de arrancar o que se plantou (Ecl 3:1-2)

Os pais precisam desenvolver a habilidade de identificar o momento de aprendizagem, aquele período fugaz de tempo em que a criança está pronta para aprender uma tarefa que precisa ser ensinada.


Até breve, no amor do Santo dos Santos!
Qzia Tbt

Nosso ORKUT

Ainda sobre diálogo...


...Ao percerbermos que a relação conjugal não significa um mero relacionamento humano, mas um relacionamento Divino, pois simboliza a união de Cristo e a Igreja, nós nos tornamos muito mais exigentes. Como Jesus pode se unir a uma noiva que não tem intimidade com ele?Da mesma forma que isso é impossível, também são impossíveis de aceitar fatos como o casamento aberto, onde ambos se entregam a outras pessoas, como um simples lazer, ou entregue à paixões.

O casamento é uma união para toda a vida.Para isto, devemos cuidar bem para que haja QUA-LI-DA-DE!Para que vivamos bem um com outro!E isto inclui TODA A FAMÍLIA!

Este ensinamento bíblico parece muito severo, mas é o ideal para nossa vida.

Algumas características individuais do companheiro - ou companheira- talvez não lhe agradem, e você até já tem pensado que depois do casamento tudo irá mudar. No entanto casamento não tem a função de mudar ninguém em sua essência. Vocês sempre serão assim como são, embora saibamos que com o tempo muitas de suas características poderão se adaptar à nova realidade de vida - e Deus também pode efetuar grandes milagres de transformação.

Conversem o máximo que puderem, procurem o máximo de ajuste entre vocês. Treinem o máximo o diálogo, fazendo dele uma prática para toda a vida.

Falar, descarrega energia e elabora os pensamentos. Esta é uma ótima ferramenta para organizar idéias, pensamentos... 'arrumar a casa' (mas, é claro, con-ver-sar, não gritar, se exasperar...)

Por hj é só... e treinem bastante!

No amor Daquele que nos salvou!

Conversando se vai longe


A falta de diálogo entre os cônjuges tem sido o maior problema encontrado em nossos dias. O pior é que este mal, tem a tendência de se expandir por toda a família.
Viver é fácil!Conviver é difícil!
Conviver é estar ligado, totalmente envolvido. O casamento é esta mistura!
Biblicamente, o casamento é um organismo vivo; são dois numa só carne: o homem se encaixa na mulher e vice-versa. Mas há diferenças, é claro!
Toda e qualquer diferença, entretanto, deve ser resolvida com uma conversa... simples assim!
Convide, atraia seu cônjuge para uma conversa e, por mais indesejável que seja o assunto, aborde com mansidão, calma e estratégias (peça à Deus que Ele dá). Siga o exemplo de Ester...
Por hoje é só.... continuamos depois.
No amor do Cordeiro,
Quezia Tebet

Área reservada aos pesquisadores de plantão

Devemos ser pais

Vídeos que edificam

Loading...

Seguidores

Artigos que encontrei

O sentimento patriótico
A Educação do Patriotistmo
Patriotismo - auto-avaliação das virtudes humanas
Levantar o ânimo das pessoas
A desordem moral e a desmotivação na escola
Amamentação dos bebês e saúde bucal
A liberdade como superação
Theatro Municipal do Rio de Janeiro - Cem anos de história - Entrevista com a Primeira Bailarina – Ana Botafogo - Por Wellen de Barros
A III Guerra Mundial
Luta contra as drogas, de Fábio Henrique Prado de Toledo na Coluna "Assuntos de Família"
Estudo mostra que televisão limita o diálogo entre mães e filhos
Casamentos arruinados - Estudo detalha os altos custos econômicos do divórcio
Quem tem medo de amar?, de Floriano Serra na Coluna Crônicas da Vida a Dois
As dimensões da sexualidade, de André Gonçalves Fernandes na Coluna "Lanterna na Proa"
Brasileiro cria técnica para criar modelos de feto em 3D a partir de imagens do ultrassom
A verdadeira mãe workalcoolic
Artigos recentes
A importância do Pai - II
A geração profissional pós-crise: Novo desafio na gestão de pessoas
Veja um vídeo muito legal sobre Bodas de Casamento
Os responsavéis pela educação, por João Malheiro
Uma nova seção em nosso Portal: Família & Educação
Por uma renovação cultural, de Eduardo Gama na Coluna "Poemas e Canções"
11 conselhos para ensinar as crianças a pensar
Liberdade e Dor, de André Gonçalves Fernandes na Coluna "Lanterna na Proa"
A mágica do tempo
Amor e Chantilly, de Floriano Serra na coluna Crônicas da Vida a Dois
Os filhos e as brigas dos pais, por Fábio Henrique Prado de Toledo na Coluna "Assuntos de Família"